Notícia

Encaminhar esta notícia Imprimir esta notícia Aumentar fonte Diminuir fonte


18/04/2017

10ª Sessão Ordinária.

A 10ª Sessão Ordinária, realizada nesta terça (18/04), na Câmara de Itapecerica da Serra, foram abordados pelos Vereadores temas de grande importância para a cidade, como a necessidade de um IML “Instituto Médico Legal” no município, e os problemas relacionados à segurança pública, temas estes já abordados em outras sessões.

Os requerimentos feitos na sessão abordaram a disponibilidade de maquinário para utilização nas obras das regionais da cidade, o questionamento sobre a usina asfáltica destinada a atender o município, informação sobre a existência de recurso enviado para a cidade referente as regularizações de loteamentos, questionamentos ligados ao recapeamento de ruas, a abrangência do atendimento do serviço postal, entre outros.

Na sessão, foi aprovado em segunda discussão e votação o Projeto de Lei Complementar nº38/17 de autoria do Executivo Municipal, que altera os incisos altera os incisos INCISOS VII, IX, XI e XIII do artigo 3º da Lei complementar nº12, de 28 setembro de 2000, que dispõe sobre a regulamentação do Conselho Municipal de Educação.

A décima sessão teve o pronunciamento dos vereadores Marcelo (PSB), Carlinho (PMN), Ramon Corsini (PSC), Allan Dias (PSC), Zecas (PSB), Pastor Márcio (PSC), Markinhos da Padaria (PROS), Val Santos (PRB) e Antonio Trolesi (PRTB).

Allan Dias (PSC) enfatizou sobre a segurança no valo velho e região, mencionando o bairro jd. Campestre como exemplo, já que a cidade padece de mais segurança de forma geral, de acordo com o vereador. Allan Dias sugeriu uma moção de apelo, mas Jonas Feijó (PMDB) acrescentou a fala de Allan Dias dizendo que o caso era de ter uma moção de repúdio, pois a moção de apelo já havia sido feita pela Câmara Municipal a respeito da questão. Os vereadores demonstram o posicionamento de todo o grupo de vereadores da Casa de Leis que enxergam o grave problema da segurança nos bairros de Itapecerica da Serra.

Carlinho (PMN) solicitou ao bairro jardim São Pedro a ampliação da UBS levando em conta que o bairro teve um crescimento significativo, sem que a Unidade Básica de Saúde acompanhasse este aumento de usuários. Ramon Corsini (PSC) abordou temas como obras de recapeamento e a estrutura da cidade para conseguir realizar tais obras.

Markinhos da Padaria (PROS), que sempre trouxe à tribuna problemas relacionados à segurança do itapecericano, novamente, entre outros assuntos, falou dos veículos destinados a segurança do munícipe e das condições do policiamento na cidade. Val Santos (PRB)  criticou o mal serviço da empresa responsável pela iluminação pública, enquanto Zecas (PSB) elogiou projetos como o Projeto Barcelona, do Parque Sto. Antonio, que favorece crianças de rua.

O vereador Marcelo (PSB), assim como o vereador e Presidente da Câmara Municipal Pastor Márcio (PSC), enfatizou em seu pronunciamento a necessidade de um IML “Instituto Médico Legal” em Itapecerica, já que os cidadãos necessitados do serviço têm que se deslocar para outras cidades.

O Presidente da Casa, vereador Pastor Márcio citou a implantação da Fundação Casa, que deveria ter a compensação com um polo de segurança pública que não foi criado, neste polo teria a instalação do 25º Batalhão, a existência da guarda ambiental, e do IML. Antonio Trolesi (PRTB), por ser vereador em outras legislaturas, conhece há anos a questão e acrescentou, dizendo como ter a fundação para menores infratores e não haver implemento de obras visando o bem da cidade de Itapecerica pelo Governo Estadual, prejudica a população.



.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Publicada por em 18/04/2017

Receba as notícias da Câmara em seu email

Copyright® 2017 - Todos os Direitos Reservados.| Desenvolvido por SINO Informática